sexta-feira, outubro 28, 2005

definição maravilha:

The Pope: subs. Master and commander of the POPEMOBILE!!!

voltei!...

e num momento de tédio desesperante alcacei o impensável!!!

sim, descobri que as folhas de excel acabam na linha 65536.

isto de descobrir que as folhas de excel têm um fim é um bocado como descobrir que afinal o mundo não é redondo. um dia destes vamos muito bem a andar numa rua perfeitamente normal e de repente, STRAU! porra pá, caí...

sábado, setembro 03, 2005

e mais uma vez a FCUL bate o record de eficiência na prestação de serviços!

eh! pá último dia útil antes de començarem as aulas e NÃO HÁ HORÁRIOS PA NINGUÉM! isso e o facto de gastarmos 10€ numa pasta de inscrição, que (aparte o papel do seguro) é um boletim informativo (discutível) em larga escala...

bem pessoal, bom regreso à rotineira vida de estudante... aproveitem agora para comprar auquele estojo do mickey pelo qual sempre ansiaram, os mochilas com rodinhas, os cadernos com a barbie estampada em todas as folhas...

hasta la pasta!

terça-feira, agosto 16, 2005

Constatação parva: o Ronald McDonald é um palhaço.

terça-feira, julho 26, 2005

bem, acabou...

yep, hoje sim, foi o dia em que me despedi da maior parte do ppl da fcul, os amigos que n vou voltar a ver durante um mês e tal.... xiça, nem acredito que vou ficar um mês inteiro praticamente sozinha em lisboa, quando podia tar muito bem no meio do mato (aka marinha grande city hollywood)... oh well, é a vida, tenho de trabalhar, este ano n tenho direito a férias... de qualquer modo p o ppl que n vou ver até setembro (pós amigos no geral e pó ppl de bio em particular), curtam ao máximo as férias, vão à praia, aos festivais, saiam à noite, passeiem bastante e no geral coçem os tomates até dizer chega e façam ronha até n poder mais, pq em setembro até vai doer... see y'all then, boas férias!

comprimentos e larguras, psycho bunny.

sexta-feira, julho 22, 2005

mais um tema que merece ser debatido...

ESCUTEIROS!

não é que tenha nada contra eles... é mais uma espécie de fobia, como a que tenho de galinhas (sei que vou levar porrada, mas coisas com penas e bicos n são nada a minha onda...). é que nem é contra o que eles fazem, acho a maior parte das actividades muito educativas (vá lá quantas pessoas é que se podem gabar de poderem acender uma fogueira no meio da sala com dois paus, sempre que se acaba o gás??), e além disso antes isso que a catequese... mas... tinham mesmo de usar os pompons? e os fatinhos idiotas? blurp, vómito...

ora bem, pa quem já n tá em lx, a cantina velha inda tá aberta e no fim de semana passado, para além de haver lá uma festa de indianos (don't ask, mas era pa isso k lá tava o palco no meio do relvado...), houve um encontro de escuteiros p aqueles lados... ora bem, tão a ver a sensação que temos quando tamos a andar no meio do mato e levamos com uma teia de aranha em cheio na tromba?? ..... digamos que o arrepio na espinha ao entrar no estádio universitário e dar de caras com aquela quantidade de escuteiros (sim, eram cataplanas deles, até parece que procriavam ao segundo!!) foi de natureza semelhante... se bem que o pior pior nem eram os putos propriamente ditos, mas sim os pais... pelos vistos aquilo era tipo jantar de gala e então (juntamente c os escuteiros), só se viam tias com vestidos de cauda, cores berrantes, e paletes de lantejoulas, pareciam bolas de espelhos... agora imaginem isto nomeio do estádio universitário, tias produzidas e de saltos+escuteiros+montes pessoal a correr todo suado e a deitar os bofes pela boca... foi um cenário bonito que espero que n se repita tão cedo... bolas, escuteiros! ninguém merece...

domingo, julho 03, 2005

...

qd for grande quero estudar dinâmica de populações de piolhos (ké cm quem diz Pediculus humanus)... gosto de bichinhos sugadores...

domingo, junho 26, 2005

post sobre amígdalas...

coisas engraçadas, as amígdalas... alguma vez passaram uma tarde a pensar em amígdalas? se já, perderam uma boa oportunidade para fazer outra coisa qualquer. se não, não se preocupem, não se perde nada... mas pronto, hoje dediquei a minha tarde a pensar nestas coisas redondas e cheias de crateras alojadas no fundo da nossa boca... as amígdalas sempre foram encaradas como apêndices afuncionais, e por isso nunca se lhes deu muita importância, pelo contrário sempre se pensou que se tavam lá eram pa tirar. mas hoje descobri a sua verdadeira função (ou então não). toda a gente sabe que as pessoas obesas têm tendência a desenvolver problemas cardíacos respiratórios. uma das causas de morte entre essas pessoas é a obstrução das vias respiratórias pela língua durante o sono. a minha questão é: alguma vez alguém se lembrou de verificar se essas pessoas tinham amígdalas? AH POIZÉÉÉÉ!!!! até aposto que elas tão lá é pa segurar a língua durante o sono pa não morrermos asfixiados quando formos todos gordurosos. e de quem é a culpa?? das cebolas! e dos admiradores da celine dion! e das bolinhas de cotão! e das crevasses!

quarta-feira, junho 15, 2005

no outro dia na FCUL vi um cartaz a oferecer uma sardinhada assinado pelos Apreciadores De Sardinha Assada Na Brasa e Pão Saloio. acho sinceramente que devíamos abrir um Clube dos Apreciadores Da Cabeça de Borrego da Mãe do Zé. fim.

quarta-feira, junho 01, 2005

MUAHAHA!!! ELE DESPIU-SE!!!!!!!!

terça-feira, maio 24, 2005

saída de campo...

pois é, e é no contacto com a Natureza que nós vemos como os geólogos são burros... quer dizer, qualquer pessoa com meio palmo de testa consegue captar a essência de um caos de blocos... quais diaclases, qual quê? a tão aclamada meteorização de granito não é mais do que uma teoria ultrapassada para quem não quer aceitar que os blocos de granito têm direito a viver a sua sexualidade! caos de blocos, pff!! tal como eu estava a dizer, qualquer pessoa com meio palmo de testa consegue olhar para aquilo e topar que o que realmente se passa é que os granitos são uns doidos e tão é a fazer umas brutas órgias! e como eu tenho um palmo e meio (palmo e meio, metro e meio, não faz grande diferença...) de testa consegui discernir hierarquias sociais e padrões de acasalamento, nomeadamente o facto de cada montinho de pedrinhas ter um macho-alfa, que andava a sodomizar o resto das pedras com a ajuda do seu indispensável chicote... oh well... obviamente temos de pensar nisto à escala de tempo geológico, qué como que diz, eles demoram uns milhõezitos de anos a mandar uma...


ah, é verdade, parece que o Fatela FanClub já tem claque!! YAY!!

segunda-feira, maio 16, 2005

oi!

voltei!

...não, não voltei, é só pávisar que tou bem de saúde, mas que tou mal de imaginação e vontade de escrever. isso e TPM.


ah! é verdade encontrei o homenzinho que ficou entalado na cravasse! parece que a final o ppl que morre nas crevasses não fossiliza, antes "mumifica". por mim tudo bem, ser um fóssil, ser uma múmia, vai tudo dar ao mesmo...

aqui está ele:

Image hosted by Photobucket.com

tã vonnnitoo...

quarta-feira, maio 04, 2005

Rosinha-do-deserto FanClub

e depois da proposta ao Fatela FanClub que até parece que pegou (vejam a proposta original tá há umas postas atrás) acho quee deviamos seguir em frente e homenagear os nossos mui adorados profs das práticas de geo, nomeadamente o meu, Diogo Rosa, A.k.a. rosa do deserto (gesso). pois é, esta florzinha da argélia também merece (a meu ver) que o ponham num pedestal e façam um mar de baba à volta, portanto ao trabalho. not.

questão filosófica do mês:

porque é que o ranho absorve preferencialmente comprimentos de onda na zona do azul/violeta e não na zona do verde/vermelho? (sim porque hoje quase toda a gente me disse que a maior parte do ranho é cor-de laranja. eu pensava que era verde. as coisas que se aprendem quando se fazem as perguntas certas à hora de almoço...)

AAAHHH!! TUMOOORRR!!!...

Image hosted by Photobucket.com

segunda-feira, maio 02, 2005

pensem nisto:

alguma vez acordaram às 7 da manhã com 52 garrafas vazias de cerveja e duas de vodka (mais montes de louça suja embora o pessoal tivesse comido pizzas) espalhadas pela cozinha e pelo resto da casa e ficaram chateados porque não tinham espaço pa pôr a porra da taça dos cereais? eu já.

comprimentos e larguras,
psycho bunny

ah, e ainda por cima com quatro dinamarqueses e uma tipa a dormirem no chão da sala... é sempre bom.

sábado, abril 30, 2005

aqui está uma bela perspectiva sobre a vida... ou então não.

Image hosted by Photobucket.com

My burial

“Blunt. That’s the shape of the edge of my innermost thoughts. Their core is shapeless, though dark and narrow and cruel to my mind. Fighting with myself to keep them inside against the urge that is letting them out, not allowing it to take over of what’s left of what I used to call Me. Now I am submersed below those shadows. What do I show to the world then? A fake, unidealized personality, totally made up as the circumstances alow. It never grows: it manifests and disappears, not leaving a trace of its existence behind; only a blurry memory fainting on the minds of those confronted with it. They don’t know what lies below, they don’t imagine. I don’t know what lies below and I do not want to gain conscience of it. All I know is that it comes out at night and haunts both my dreams and my sleep, hurting within.”

....

ok, esqueçam.

quinta-feira, abril 28, 2005

problema:

ensaio de geologia (oh, não, esta cadeira tá-se a apossar do meu blog!! aaaaahhhh): 3 medidas pessoais e 2 comunitárias para racionalizar o uso de água... até agora tenho 2 pessoais (passar a beber só absinto e começar a destilar a minha própria urina) e uma comunitária (matar os peixes todos para eles pararem de sujar a água)... hmmmm... alguém tem mais ideias?

nota: acabei de me lembrar de um bom uso para dar às aulas teóricas de evolução... podíamos comecar a gravá-las e torná-las num medicamento para a insónia... mas atenção! só mesmo sob prescrição médica, que aquilo é forte. dois minutos e tás a dormir...

outra conclusão...

o Fatela é, nem mais nem menos que o terror dos bolos de creme... e desta vez toda a gente do nosso ano testemunhou... nunca mais me hei-de esquecer do olhar aterrorizado na cobertura do mil-folhas que ele espalmou ontem na aula... tudo em nome da exemplificação, note-se! e nunca sem os suspiros da fracção feminina a acompanhar. pobre mil folhas... squeeeeeeze... até o creme verteu... pobre mil-folhas....

nota: acho mal é ele desta vez não ter lambido os dedos... é que o ppl do ano passado teve direito a isso, e nós não... injustiças...

conclusão

ontem cheguei à conclusão que todos os dias há motivos para estarmos felizes... basta lembrarmo-nos que estamos um dia mais perto da reforma...

quinta-feira, abril 21, 2005

alimentos transgénicos...

tou a fazer um trabalho de filosofia pá minha irmã (quem me dera ter tido uma irmã como eu...) sobre alimentos transgénicos, e só agora é que me apercebi das implicações ecológicas que eles comportam. eu sou a favor dos alimentos transgénicos, nomeadamente dos vegetais trasngénicos; note-se que se os alimentos transgénicos são colocados no mercado é porque foram devidamente testados e as alterações no seu genoma não ocorreram ao acaso, mas foram minuciosamente induzidas para servir determinado propósito (por pessoas que supostamente sabem o que fazem, mas há por aí tanto cientista burro...). a maior parte dos vegetais transgénicos a circular têm alterações a nível da sensibilidade a pragas, da sua consistência como fruto (como é o caso do tomate) ou da produção de toxinas. concordo com a comercialização de transgénicos a este nível desde que não sejam introduzidos na natureza e todo o contacto com outras espécies seja cortado. ao modificarmos geneticamente uma planta para que ela possa fabricar o seu próprio insecticida (introdução do gene BT na planta do algodão, por exemplo), apesar de não alterarmos o seu valor nutritivo, estamos a interferir com a regulação de pragas que se autoregulam entre si e a perturbar o ecossistema a uma escala desconhecida. além disso a introdução de espécies transgénicas na natureza pode levar à extinção de espécies naturalmente ocorrentes no meio ambiente (quem diria afinal Ecologia e Evolução serviram para algua coisa!). portanto na produção de alimentos transgénicos deve-se ter em conta a sustentabilidade das alterações induzidas, de modo a que não se altere o meio ambiente. YAY ENVIRONMENT!!

(eu podia passar o resto do dia a escrever sobre isto, mas... tenho mais que fazer)

segunda-feira, abril 18, 2005

tomate assassino sem vergonha no tegumento.

Image hosted by Photobucket.com

adoro esta imagem! =)

domingo, abril 17, 2005

Encontrei o meu objectivo na vida!

E aconteceu durante a última aula de geologia! É verdade, após quase vinte anos sem saber como fazer algo de útil para a humanidade finalmente descobri. E este tempo todo esteve sempre a dois palmos do meu nariz! É isso mesmo! O meu objectivo a longo prazo é tornar-me...... num fóssil de sucesso! Vou ser a próxima Lucy!! YAY!

Ora bem, isto de me tornar num fóssil à primeira vista parece simples mas tem muito que se lhe diga, principalmente no que respeita às condições de conservação... por isso decidi: vou tirar um curso de montanhismo, subir aos Himalaias e atirar-me para dentro de uma crevasse (para os não iluminados, é uma fenda na superfície gelada). Eventualmente, daqui a 25-30.000 anos alguém me há-de encontrar, pôr-me num museu e dar-me o nome de AFuR-465B, ou “Sappy, o Homo sapiens sapiens que caiu numa crevasse não se sabe bem como” (agora que penso nisso é capaz de ser boa ideia enfiar um pedaço de plástico com o meu nome escrito pelo nariz acima antes de me suicidar...).

O grande problema disto tudo é que vou ter de tirar o curso de Biologia à mesma: sim, porque tenho de me assegurar que os Himalaias não derretem nos próximos 25-30.000 anos. Era uma chatice, tar aquele tempo todo a fossilizar e numa questão de dois dias me tornar numa papa amorfa, quer dizer.... bem e enquanto tiro o curso vou indo à Fnac, comprando livros como “Como Ser Um Fóssil de Sucesso?” ou “Manual De fossilização Para Totós” ou ainda “Como Impedir Que a Sua Ténia Fossilize Consigo”. Depois de tirar o curso planeio doutorar-me em Biotecnologia Da Autofossilização (faz sentido...) e trabalhar no desenvolvimento de técnicas de atiramento para denro de crevasses: não pode ser uma crevasse muito funda, senão fico toda partida (ainda por cima se ficar perto do sedimento corro o sério risco de passar o resto da minha vida a rolar montanha abaixo (a fazer parte da moreia do fundo)... pode ser que dê um depósito bem calibradinho e tal...); não pode ser pouco funda porque corro o risco de ficar exposta antes do tempo... e depois há toda a questão das poses que se podem assumir quando se morre. Há a pose “cadáver típico”, deitado para cima com as mãos em cima do peito, a pose “diva”, que o José Castelo Branco faz sempre que aparece na TVi (até porque ele não aparece em mais sítio nenhum)... mas acho que não quero esta, ainda parto um ou dois ossos enquanto a tento fazer...; bem, há a pose “fóssil clássico”, mas essa já a pus de parte porque implica ossos partidos: é afim do aspecto assumido por uma pessoa que acabou de se atirar do cimo de um prédio; há a pose “porra fiquei com o pé encravado no fundo da crevasse”, que dispensa apresentações e assim de repente não me estou a lembrar de mais nenhuma...

Bem estive a reflectir e para falar a verdade a questão de ser ou não ser... fóssil ainda está em aberto... estou também a considerar transformar-me em dois litros de petróleo... o problema é que é um bocadito mais demorado e eu sou uma pessoa ocupada, não tenho tempo para estas coisas... além disso quero que me chamem Sappy.

quinta-feira, abril 14, 2005

o meu primeiro post tão ou mais profundo que uma piscina de brincar

Eu sei que o egoísmo é uma característica partilhada pela maioria dos animais superiores. Assim sendo é naturalmente de esperar que a espécie humana também a possua. Mas nós pertencemos a uma espécie essencialmente social, e dependemos directamente uns dos outros. Tendo consciência dos nossos "defeitos", no sentido estritamente biológico (entenda-se que noutras espécies em que a estrutura social é pouco desenvolvida, o egoísmo inerente a cada indivíduo é geralmente fulcral para a sua sobrevivência), não será tempo de largarmos o egoísmo próprio de cada um de nós a favor do altruísmo para com o próximo? Note-se que quando me refiro a egoísmo não é no sentido estritamente material, mas também referente a campos próprios da natureza humana.

Ora bem eu venho de uma cidadezeca, onde ninguém tem grande consciência das consequências dos seus actos. Quero com isto dizer que as pessoas são movidas por valores morais vigentes, e os actos de cada um não se desviam muito do padrão pré-existente. Uma coisa é certa: ninguém é egoísta. Por pouco que se tenha, partilha-se. E a vida é vivida em grupo, raramente alguém está só para enfrentar quaisquer problemas que possam surgir.
Desde que vim para Lisboa a minha ideia da natureza humana como sendo essencialmente boa, dissipou-se por completo. Num sítio onde a "civilização" se instalou mais densamente é de estranhar que as pessoas sejam tão pobres de espírito (como exemplo têm o meu blog). E também é de estranhar que num sítio como este as pessoas que mais têm são as que menos dão, e frequentemente também as que mais precisam (a outro nível).
E o meu conceito de "amigo" também se alterou completamente. Anteriormente, as pessoas que considerava minhas amigas eram pessoas em quem podia contar viesse o que viesse; pessoas que podiam estar a sofrer e mesmo assim tinham tempo, ouvidos e conselhos para te levantar quando estivesses mesmo em baixo. E apesar da fasquia estar tão alta eu tinha muito mais amigos do que os que tenho hoje. Essas são as pessoas que ficarão sempre no meu coração, que tornaram a minha vida até aqui tão maravilhosa, tornando melhores os bons momentos e suavizando os piores.
Mas tal como disse, a minha noção de "amigo" alterou-se. Se continuasse ao mesmo nível, acredito que me sentiria mesmo sozinha. Agora, os amigos são aqueles com quem partilho os bons momentos. Ponto final. Para minha grande pena sem excepções. E sinto que não pssso aumentar as expectativas, porque no geral sempre fui uma pessimista. Acredito que no final é preferível ter uma boa surpresa a uma desilusão e sempre fui movida por este pensamento, que tantas vezes me salvou da depressão. Bem, voltando à ideia original, sim, as pessoas aqui são muito mais egoístas. E quem não alinhar é eliminado. É a selecção natural citadina, que tanto abomino e que agora preferia nunca ter conhecido. Talvez eu pense assim por, pela primeira vez, estar realmente sozinha (a família ficou na terrinha), mas prefiro pensar que o mal não é só meu porque decerto outras pessoas na minha situação já devem ter chegado à mesma conclusão. E nós somos os mais egoístas.

quarta-feira, abril 13, 2005

outro post só pa biólogos...

Toda a gente sabe como se come uma oreo, certo? Tipo, vem na parte de trás da embalagem (ok, vem escrita no lado da embalagem, mas isso é tudo muito relativo). A questão que se põe é: como é que um cientista come uma oreo? Ou melhor ainda, como é que um biólogo come uma oreo? (as minhas dúvidas existenciais são tão parvas...)

Eu ainda não sou bióloga, portanto apenas posso extrapolar. Ora bem, não pode ser da maneira convencional. Não faria sentido para um biólogo comer uma bolacha sem primeiro a descontaminar (à excepção do pessoal de biologia animal, que esses, segundo consta (ou então não) até comem minhocas). E a seguir? Que substâncias cancerígenas, radioactivas ou de algum modo nocivas à nossa existencia, e possivelmente condicionantes da evolução da nossa espécie poderão existir?? Passo dois: transformar a oreo numa massa amorfa de cor acastanhada, e retirar-lhe todas as substâncias nocivas. Resultado 3.7% da massa amorfa inicial, agora de cor azulada, emitindo fluorescência de comprimento de onda confinado à banda dos 560-562nm, quando exposta a luz UV. Agora temos um problema. Expusémo-la a luz UV, algumas moléculas alteraram a sua conformação e agora temos de remover novamente certas substâncias carcinogénicas. Resultado: ficámos com 0.3 mL de um líquido amarelado que não temos bem a certeza do que é. Ainda por cima é volátil e três segundos depois desaparece. “bolas, não pude fazer uma electroforese”, pensa o biólogo frustrado (ou seja, no seu estado normal) ”bem, mas pelo menos ainda tenho o resto do pacote de oreos, posso fazer culturas e divertir-me a fazer crescer bactérias mutantes.”

Resultado: vamos lanchar ao McDonald’s (ou então não, que biólogo é pobre e come na cantina... )

este post é só pa biólogos

Isto porque para quem não sabe o professor Fatela é a única razão pela qual muitas biólogas (e também muitos biólogos, diga-se de passagem) assistem às aulas teóricas. Sem desdém da minha parte, note-se. Eu curto bué do homem. Mas acho que quando tou na aula e de repente se ouvem atrás de mim sussurros do tipo “ssshhh, shhh, olhem ele vai dar um exemplo, oooooooooohhh *suspiro*, ele é tão queridooooo...”, eu acho que os limites da minha paciência são sujeitos a pressões transcendentes... pronto, o homem é porreiro... mas a sério que eu dispensava os suspiros e o pessoal do 3º ano a dizer “o ano passado em vez de uma esponja ele usou um bolo de creme, e depois o creme derramou-se-lhe nos dedos e ele lambeu-os, e nós ficámos todas babadas a olhar pa ele. Ooohhhh, ele é tão queridooooooo...” Tá bem. Isto da minha parte só tem uma reacção: looooong face.

O problema da exemplificação é que se pega. O Arrabaça já anda a levar balões amarelos pás aulas de fisiologia. Mais algum tempo e são bolos de creme.

Mas visto que ainda ninguém se tinha lembrado disto:

Venho por este meio propôr a formação de um Fatela FanClub em honra ao nosso estimadíssimo professor de Geologia Francisco Fatela. Este fan club tem por objectivo a expressão pública do nosso aprezo pelo respeitável senhor, expressão essa que pode incluir suspiros, desmaios, rolamento de olhos, baba actuada de força gravítica, roupa interior exibida em público e cartazes com expressões do tipo “FATELA ROCKS!” ou “FATELA POWA”, que de nós são tão bem conhecidas. Inclui também manifestações de afecto ao referido professor, que terão lugar no relvado do C8 todos os dias ao raiar do sol (pa ser bonito.)

E pronto agora é só recolher assinaturas.

segunda-feira, abril 11, 2005

tou sem net.

é mesmo só para avisar que este blog vai entrar num estado de letargia durante uns tempos... uma espécie de estivação antecipada *cheers in the back* isto porque... tou sem net. mas não me parece que ninguem vá sentir falta.

eu regressarei!! e não, não é uma ameaça. é uma promessa.

viajar é porreiro...

Não há nada melhor do que andar de comboio. Ver a paisagem a passar sem termos de nos preocuparmos com as manobras e paragens bruscas e com a obsessão do maquinista em atropelar velhinhas como acontece no caso dos xóféres das cáminétes. E isto também é válido para o Metro. Não há nada mais bonito e relaxante do que ver cabos de alta tensão a passar...

...

Acabei de me lembrar das três maiores dúvidas existenciais que durante séculos assolaram os pensadores e filósofos mais conceituados da história: “quem sou?” “de onde venho?” e “para onde vou?”.

Nunca ninguém conseguiu responder a estas questões de forma satisfatória. E apesar da expectativa também não sou eu quem as vai responder (ha! Temos pena(s)...)... tenho é mais uma a acrescentar:

“será que a Barbra Streisand alguma vez se decide a fazer uma rinoplastia?”.

Meditem no assunto.

sexta-feira, abril 08, 2005

pássara da raquel

Bem e depois de uma posta dedicada inteiramente à rata da raquel, devo aqui revelar que a raquel para além de uma rata tem ainda... uma pássara. Sim, por muito chocante que pareça, a raquel tem uma pàssara e toda a gente sabe... grande doida, a raquel.

Bem tou mesmo a ver que pá semana tenho aqui um comment a dizer: “NÃO É UMA PÁSSARA, É UMA PIRIQUIIITAAA!!”. E pronto, seja. De qualquer modo não gosto de aves e tenho um medo desmesurado e irracional de galinhas, por isso não me aproximo mais de três metros daquele monstro devorador de criançinhas indefesas, de 8.5 cm. E pronto, foi um desabafo.

Ah, relativo ao post do Tá-se tenho a acrescentar que descobri recentemente que afinal – e para desconsolo das minhas pretensões a aspirante de vizinha do tipo mais estranho de lisboa.. ou não - ele também come, (além de torradas queimadas) batatas fritas e fondue. “o ké quisso contribui pá minha felicidade?” perguntam vocês. Hmmm... não sei e não e pa ser sincera me interessa minimamente...

putos.

Alguma vez tentaram ir a um centro comercial lisboeta em pleno feriado? Ou até mesmo num fim de semana normal? (pergunta mais parva) bem o que eu estou a tentar dizer é que além de a quantidade de pessoas à deriva nesses sítios ser astronómica nessas alturas , a quantidade de putos sobe desmesuradamente e atinge níveis de pôr os cabelos em pé... essa é uma das razões pelas quais eu descurto sair de casa ao sábado ou ao domingo durante o dia. Aliás, não... é A razão. É que andar aos encontrões contra todas as pessoas que se atravessam no meu caminho, não é propriamente a minha ideia de diversão. ... hmmm... se bem que às vezes dá gosto...

Devo dizer que os putos me irritam especialmente. Não é que eu não curta putos. Mas gosto mais deles quando tão calados e quietos (ké como quem diz amordaçados e num colete de forças). bem aqui há uns tempos tava eu, a Kinky e o Fuck na Fnac da Baixa, quando a Kinky se chega ao pé de mim a respirar muito pesadamente... sim... horror dos horrores, tinha sido assediada por um puto (diga-se de passagem que a Kinky não gosta muito de contacto físico que tenha origem noutro ser humano, quanto mais num com o quarto do tamanho dela...) bem, o susto passou, eu abanquei-me a um canto de pernas cruzadas com um livro de Calvin & Hobbes no colo, como é tradição, no meu caso. Enquanto lia ia vendo o miudito (sim, o assediador da Kinky) a andar de um lado para o outro, sempre aos berros: “PAI! PAI! PAI!”. a parte gira é que o puto ao passar pelas prateleiras is tirando livros ao calhas, de modo que passado algum tempo já andava com um bruta molho de cenas nos braços... mas pronto... eu continuei na leitura. Qual não é o meus espanto quando de repente me apercebo que parado à minha frente está um par de pernas que me parece reconhecer. Sim,o puto assediador outra vez... eu levantei o meu olhar lentamente e quando finalmente cheguei à cara dele ele olha para mim e fecha-me o livro, tipo, O LIVRO QUE EU ESTAVA A LER, com uma lata descomunal! Raio do puto!... e depois como se não chegasse, olha pa mim com olhinhos de cãozinho abandonado e diz. “ooooohhhh.... tavax a lêre??” pronto, fiquei sem reacção. Nem eu tenho uma paz de espírito assim tão grande. Devo avisar que da próxima vez que um puto interromper a minha sagrada leitura (ainda por cima de Calvin & Hobbes) eu me torno puticida. Tenham medo.

E a semana passada aconteceu-me uma parecida na Sport Zone. Tá uma gaja muito descansadinha a ver as cenas, na boa na pura na descontra (onde é que já ouvi isto??), quando o puto da família que caminhava à minha frente se vira pa tràs assim muito derepentemente e me aponta o guarda chuva ao meio dos olhos, enquanto me fitava com um olhar ameaçador. É claro, fiquei petrificada de medo. A sério, como é que podem deixar os putos de quatro anos andar com aqueles potenciais instrumentos de morte, caos e destruição?? Já viram se alguma vez aquilo dispara?? É o fim do mundo! É uma vergonha, é o que é.

quarta-feira, abril 06, 2005

escadas da cantina...

bem hoje fui almoçar à macrobiótica da cantina velha... e pela enésima vez desci aquelas escadas de madeira que vão dar aos bitoques... aquelas, as que estão a cair aos bocados, tão a ver' Pa quem não sabe, aquelas escadas são (ou pelo menos parecem, mas se não são disfarçam mesmo muito bem) um perigo iminente.. mas IMINENTE, tão a ver?... tipo, chiam como porcos no cio quando o ppl desce (ou sobe, depende da perspectiva) e num dos cantos veêm-se os pregos a sair e tal. digamos que eu não tenho uma grande tendência para as utilizar...

mas no dia em que elas se decidirem a cair gostava de estar lá para assistir... tou mesmo a ver uma pessoa feliz da vida a descer com o tabuleiro, e as escadas a partirem-se completamente... tá-se memo a ver o cenário: tipo, cabeças rachadas, braços fracturados, sangue e essas tretas todas, e as mulherzinhas dos bitoques a ralhar porque o pessoal partiu os copos e sujou o chão todo com restos de comida. ai! e o sangue?? "vocês sabem quanto custa tirar uma nódoa dessas??". E depois a aparecer uma daquelas senhoras que andam a varrer as estações de metro, com uma espátula de raspar as pastilhas do chão, pa raspar os restos do cadáveres que ficam colados ao precioso soalho de pau-brasil (haha) ... é o caos...

atão pronto, fica aqui o apelo à reitoria da Universidade de Lisboa (não que valha de muito, mas o qué que se pode fazer), pa deitarem aquelas escadas abaixo e fazerem umas mais seguras, a fim de poupar trabalho à empregadas de limpeza. parece-me uma boa razão.

tá-se...

bem e após 7 meses a viver no prédio onde resido correntemente acho que o vizinho do lado merecia uma mão cheia de palavras. bem o meu vizinho do lado chama-se jorge e vive sozinho. come torradas queimadas e fuma ganzas... e a alcunha dele é Tá-se porque o ano passado os únicos grunhidos que saíam da boca dele (ele era um bocado tipo homem das cavernas e tal) eram: "yah meu, tá-se..." acho que a imagem global é bastante nítida...

sim ele é um pouco estranho, mas pa não ficarem chocados prefiro nem falar dos bacanos que moram comigo... só mesmo visto.

tou danada...

esta posta é dedicada aos bacanos de informática da FCUL. é só pa dizer que acho que 11.365 minutos pa fazer log-on num pc da sala de computadores é um bocado puxado... tipo já desfragmentavam o disco destes fósseizinhos, né? (ou então não, que não deve ser esse o problema... razão pela qual eu tou em bio e não em informática...) bem inda por cima o rato morreu e eu tou memo só co teclado... o que não é propriamente aprazível, mas é a vida...

domingo, abril 03, 2005

finalmente

após horas passadas à televisão (ou então não, pk eu n vejo tv) o papa finalmente decidiu chinar. agora o resto do ppl já se decidia a dissolver a igreja de uma vez por todas, não??...

bem, espero que não teja muito calor no inferno, que o senhor já tava com febre e tal... (kidding...)

sexta-feira, abril 01, 2005

quando não se faz nada na FCUL...

é assim...

pois é parece que o papa tá pa morrer... a TVi deve tar toda contente.
o que é certo é que o senhor já recebeu a santa unção e parece que ontem à noite teve uma infecção urinária que lhe causou febres altas... ora, após acérrima discussão com ppl do tereceiro ano (que são mais entendidos nestas andanças do que eu...) chegámos à conclusão que o homenzinho devia era tomar dois ben-u-rons que aquilo passa-lhe....

pois é mas já disseram que ele teve em coma, que já morreu e essas tretas todas. eu acho que isto é tudo uma mega-operação para encobrir uma possível operação de mudança de sexo... acho que sim, nunca é tarde para estas coisas. isso ou o senhor vai é acabar por morrer de rebentamento testicular.

bem, pelo menos se ele entretanto se decidir a morrer, espero que não seja durante o fim-de-semana.... quer dizer, se quando a princesa diana bateu a bota interromperam um episódio de dragon ball (DE DRAGON BALL!!), vejam lá se interrompem o herman sic?! tragédia!!!! eu diria mais!, morte, caos e destruição! acho que até o alentejo se afundava de uma vez por todas...
bem, mas espero que desta vez decretem, pelo menos, um feriadito mundial... era catita...

bem e agora uma ideia extremamente mórbida que me ocorreu entre a aula de fisiologia vegetal e a de geologia (ui! as coisas que ocorrem a uma pessoa no hiato que separa estas duas aulas! ... esqueçam.): visto que há uns dias a TVi se armou em esperta e decidiu filmar o nascimento de uma lontra em primeira mão, tipo exclusivo mundial, acho que eles deviam também tentar filmar, em exclusivo mundial, claro, a morte do papa (tava-se mesmo a ver...). tou já a visualizar, o pessoal todo à frente da televisão com um bruta balde de pipocas no colo, a roer-se todo, tipo no último filme do matrix (quando a cabra da trinity demorou horas a morrer)... algo do género, só pa subir audiências e tal... ok, foi uma ideia mesmo muuuuito estúpida, mas será que se lhes oferecessem a oportunidade eles iriam recusar? i think not.

quinta-feira, março 31, 2005

tou aborrecida...

ou como diria o guilherme "i'm bored outta my thick motherfucking skull.."... isso. bem, a verdade é que não tenho mesmo nada para fazer... é chaaaaaato. e isto é o k acontece quando não se tem nada pa fazer:

alguma vez foram à busca de imagens de google procurar imagens do josé castelo branco?? foi o que acabei de fazer. uma das imagens da primeira página é esta:

Image hosted by Photobucket.com

e pronto... o collin é gay. ena, que bom para ti.
acabei de te assumir no meu blog collin. (quem quer que seja o collin... que raio de nome é esse, COLLIN??)

outra das imagens que me apareceu (prefiro não tentar imaginar sequer porquê...) foi esta:

Image hosted by Photobucket.com

e pronto foi o momento zennnnn...

quarta-feira, março 30, 2005

posta maluca saidinha do forno!

yep, e em honra à rata da raquel... acho que é uma ideia inovadora, fazer postas em honra à rata da raquel. por isso resolvi fazer uma.
pois é, a rata da raquel tá a brincar em cima da minha secretária neste preciso momento. é preta e peluda (tipo se não fosse algo estava mal...) e chama-se Xixi. é um nome fofinho pa dar uma rata. mas esta rata é especial. é a rata da raquel. ora bem quem conhece a raquel não conhece a rata da raquel. nem a própria raquel conhece a própria rata. porque ainda não a viu. só eu e a catarina e o zé. e o resto do ppl deu-lhe o nome de xixi mesmo antes de a conhecer. porque toda a gente sabia que ia gostar da rata da raquel. excepto a própria raquel, que nem sequer sabe que tem uma rata. mas amanhã vai descobrir. espero que se dêem bem, a raquel e a sua rata. senão é uma chatice.

nota: da próxima vez faço uma posta dedicada à rata da marta, a Ofélia. parece que toda a gente de biologia gosta de ratas... estraaanho.

terça-feira, março 29, 2005

de volta!

sim, para desespero dos demais, regressei do mundo dos mortos!! ou então da figueira da foz, já não tenho bem a certeza... bem, o que interessa é que estou de volta depois de dois longos dias de ausência... e enquanto estive lá não pude deixar de reparar numa cena...
ora bem, começando pelo início eu não tenho o hábito de ver televisão... mas enquanto estive lá não havia mais nada de jeito para fazer, pelo que não me livrei... e fiquei com a nítida sensação de que a televisão portuguesa está a ficar extremamente pindérica... a começar com o programa do Jose Castello Bianco...
pois é a tricha maluca tem um programa denominado de Bon Chiq (se a memória não me falha)... topem a figuraça: erm..........não, não vou descrever, é demasiado doloroso... oh!... adoradorador... mas sim, é verídico e o ego do(a) senhor(a) parece que disparou pelo telhado afora... o pior no meio disto tudo é que ele é admirado pela parcela mais antiga da minha família (a.k.a. mãe e tios), o que é uma chatice... só falta mesmo eles começarem a falar como a famosa metrobicha: "ai queridaaaaaaaa... teja caladaaaaaa, não vê que eu ando a tomar diuréticooooo?", o que é uma ideia assustadora.
outra cena que me espantou foi o facto de as telenovelas brasileiras estarem a tomar o rumo das antigas novelas mexicanas (das quais eu só me lembro da Marimar)... os actores são sempre os mesmos, mas cada vez mais carregados de "maquiáge"... e as histórias são sempre as mesmas, sempre na linha do "anjo seuváge". talvez tenha sido sempre assim, mas só agora é que me apercebi da gravidade da situação. é que estas coisas pegam-se! e qualquer dia temos as senhoras do noticiário das 8 a fazer dramas em directo (o que já acontece na TVi) - "Não faiz assim naum, sinhô minixtroa..."... creepy.

bem e para culminar a minha posta de hoje gostaria de descrever o que me aconteceu na estação de metro do Jardim Zoológico quando regressei... ok, sai uma tipa muito descansadinha da rodoviária (ou como se diz na minha querida terrinha, "das cáminétes") e dirige-se pó metro... quanto tá quase a atingir o seu objectivo de passar pelas portinhas das setinhas, eis que um senhor do Círculo de Leitores dispara a correr atrás dela. "gosta de ler?" e eu a correr à frente dele "NÃO!". "mas toda a gente gosta de ler!" e eu "atão porque é que perguntou??". só tenho a dizer que aqueles tipos são maníacos e podem tornar-se realmente perigosos. tenho a acrescentar que escapei por pouco ao ataque do senhor do Círculo de Leitores e me encontro em recuperação... embora a minha condição de coelhinho psicótico tenha sido fixada no meu íntimo... tenham medo... agora é irreversível.

sábado, março 26, 2005

história do mamute

Aqui há uns tempos num blog de um tipo de bio encontrei a famosa história do mamute. mas hoje dei-me ao trabalho de a ir procurar e achei uma versão que tá demais. vejam-na aqui . tá outra porreira aqui.

Bolas, alguém se lembrou disto antes de mim...

Sim! Esta posta é para todos os apologistas de que a Rua Sésamo foi a melhor série infantil de todos os tempos, e de que os Teletubbies deviam estar mortos e enterrados. Aqui está algo que é dedicado a todas as pessoas que têm um ódio de morte aos Teletubbies.

Ainda por cima que raio de nome é esse Tele-Banheirinhas? Eu penso que os criadores destes pequenos monstros deviam tar a pensar fazer algo que envolvesse sodomia cibernética durante o banho, ou algo do género. Pois bem, alguém lhes devia dizer que falharam redondamente. Se bem que sodomizar um bocadinho os Teletubbies era capaz de aumentar as audiências.

Image hosted by Photobucket.com A imagem diz tudo.

Hhmmmm... eu desisto... Morte aos Teletubbies. Não vou falar mais sobre eles, até porque tudo o que eu possa aqui dizer é da opinião geral. Se estiverem interessados em ver uma dissertação que se alarga até à dissecação das referidas criaturas cliquem aqui.

Mas agora a sério, sou só eu que tenho saudades da rua sésamo? O Poupas a cagar em cima do Ferrão... o Monstro das bolachas com o seu problema da bebida a gromar-se todo... O Egas e o Becas a sodomizarem-se à bruta... (hmmm... i think i begin to see a pattern here...)... bons tempos os da pré-primária.

Image hosted by Photobucket.com

sexta-feira, março 25, 2005

após um período de reflexão...

... mais ou menos profundo cheguei à conclusão que destruí a minha posição de anonimato com a minha última posta. qualquer pessoa que se dê ao trabalho de ler o blog e ande na FCUL pode agora descortinar facilmente a minha verdadeira, aterrorizante e maléfica identidade. se quiserem um modo mais fácil, podem sempre ir ao guestbook deste blog.

...
e agora após um novo, e muito breve, período de reflexão (isto ultimamente anda a acontecer vezes a mais), cheguei à recém-formada conclusão de que "blog" não é um nome muito original para eu chamar ao meu blog. portanto ponham as monas a trabalhar e arranjem um nome fofinho para eu chamar ao meu blog (não fica muito bem tar a falar do "olhito do cú" no meio da rua...).

acho que devia arranjar um/uma significant other. ou eventualmente hei-de-lhe começar a chamar o "meu fofwinho", como a Kinky (uma dos Demented Nine) chama ao pc dela. o que até nem é muito escandaloso, até ao momento em que ela vai à loja para o mandar arranjar e diz ao senhor do balcão: "eu gosto mesmo muito deste computador, por favor tenham muito cuidado com ele, sim?, ele é o MEU FOFWIIIINHO!!"(ou algo nesta linha de pensamento); isto, note-se, enquanto fazia olhinhos de betty boop/bambi abandonado ao senhor, e executava pequenos movimentos circulares com o dedo indicador na superfície do dito computador. eu só vou dizer isto: quando ela lá voltou não sei quantas semanas mais tarde e perguntou: "eu vinha buscar o meu portátil, tinha-o deixado aqui para arranjar, lembra-se de mim?"... digamos que o senhor abriu um bocado os olhos, sorriu de orelha a orelha e disse "LEEEEEEEEEMBRO!". causadora de impressões, a nossa kinky. eu não quero acabar assim.

Marinha Grande essa bela terriola à beira-mar. ou então não.

pois é e já lá vão 5 meses desde a última vez que lá pus o cú. o ppl de lá deve tar tipo "fdx, ela já não volta.". temos pena, mas eventualmente hei-de voltar. bem mas visto que já não vos vejo há tanto tempo, achei que, prontes, devia imortalizar aqui as minhas sódadinhas.

pó ppl das Trutas City, Amieira, Casal Galego, Garcia, Ordem, Maceira, Amieirinha, S. Pedro de Moel e, bolas!, Marinha Grande City Hollywood em geral: um grande abraço e essas tretas todas.
ah e pó ppl de Leiria tb, já agora.

(eu até punha aqui nomes, mas n vale a pena, vocês sabem quem são e dava uma trabalheira descomunal, porra.)

erva rebelde!

sim, pode parecer que não, mas é verdade! foi encontrada uma erva estúpida que não obedece ás leis da genética. isto porque o seu genótipo provém directamente dos seus avós e não dos seus pais. pois é... planta maluca.
o k vocês não sabem é que esta ervinha maluca de que vos falo neste momento de inspiração é a única, a linda, divina e mágica!!... Arabidopsis thaliana!! *ppl do 2º ano roga pragas ao monitor*

Image hosted by Photobucket.com

A. thaliana is in need of a big spanky spanky.
(se alguém desse lado tiver fetiches com pantas tejam à vontade!)

ah, se tiverem curiosos, a história tá toda aqui.
(sou só eu que acho estranho eles só terem descoberto isto agora? tipo, a porra da arabidopsis não tinha o genoma já todo sequenciado e tal?? e só agora é que descobrem isto?...)


nota: esta imagem é-me estranhamente familiar. penso que seja um borrão mental remanescente das aulas teórico-práticas de Molecular...

Image hosted by Photobucket.com

nota da nota: na verdade a única imagem nítida das TPs de Molecular que ainda paira na minha cabeça e me assola durante o sono é a dos óculos da prof. oh well... fiquei traumatizada pá vida. sim agora sou um traumatizadinha. tenham pena.

nota da nota da nota: sem ofensa aos traumatizadinhos que estejam a ler isto. e aos outros também.

nota que não tem nada a ver com a nota nem com a nota da nota e muito menos com a nota da nota da nota: desculpem andar a editar isto tanta vez, mas eu sou daquelas pessoas irritantes que não conseguem fazer as coisas como deve de ser à primeira. nem à segunda nem à terceira.

quinta-feira, março 24, 2005

O jogo mais parvo da história Vol. II!

poizé, meus caros (e raros) leitores (Hahaha!), decidi fazer uma coisa parva e alterar "O Jogo Mais Parvo da História" para "O Jogo Ainda Mais Parvo da História":
sim, é exactamente o que todos estão a pensar: reinventei o "Onde está o Wally!" (oh sim, venerem-me.)

acho que devia ganhar uma medalha por isto. chamei-lhe (muito originalmente!) "Finding Nemo"...

Image hosted by Photobucket.com

O
nde está o nemo?? Hahahahaha! ok, nã teve graça mas podia ter tido.

(nota: o nemo é na verdade o peixe prestes a ser comido pela foca *pessoal do outro lado do ecrã encosta a penca ao monitor*... claro que tá cinzento, TÁ TODO MORTO, BOA??)

by Steven Wright (whoever he is)

"I drive way too fast to worry about cholesterol."

quarta-feira, março 23, 2005

Buaaaahhhh!!!

EU QUERO UMA COISA DESTAAAAAS!!!!

Image hosted by Photobucket.com
Salmonella fofinha!



(pó pessoal de fora fica aqui um aviso! o pessoal de Biologia é marado dos cornos. e sim, grande parte gosta de salmonelas)

adoro o bill watterson (adorava!)

Image hosted by Photobucket.com

bem visto que uma parte tão grande do meu primeiro ano em Lisboa foi passada na FNAC a deliciar-me com Calvin & Hobbes, achei que devia deixar aqui um tributo aos meus cartoons favoritos!

Yay Spring BREAK!!!

Pois é hoje é o primeiro dia de uma muito curtas, mas decerto merecidas (pelo menos no meu caso) férias! e eu feita parva em dia de férias acordo às 9 da manhã. Bolas! Bem, eu acordei fui estender a minha roupa (lá tá, a primeira coisa que uma pessoa equilibrada deve fazer pa começar bem o dia é estender a rousa, obviamente) e depois fui fazer um café com leite e morfar qualquer coisita, né? Bem é do conhecimento geral (ou então não) que eu moro com três tipos, não sei muito bem porquê mas prefiro não pensar muito nisso se não dá-me vontade de mudar de casa. Bem tava eu a aquecer o meu leitinho quando me aparece o Edu de boxers na cozinha. O Edu de boxers na cozinha...MAS O QUE É ISTO??

DE BOXERS!!??

Ai!

Querem ver que tamos mal?!! Arma-se já aqui a puta (sem ofensa a quem quer que seja que exerça a profissão)! Quer-se dizer tá uma pessoa muito bem à espera pa beber o seu rico leitinho e de repente aparece aquele descaradão, que não tem outro nome, ó pé de mim naquele estado!! Sem aviso prévio nem nada! Só de boxers!! Mas o que é isto, onde é que o mundo vai parar?? Quer dizer, qualquer dia andamos todos vestidos em casa!! Ainda no outro dia o apanhei com uma toalha á cintura! Indecências!! Querem ver que qualquer dia também começamos a usar meias em casa?? É uma vergonha, não se admite!!

Image hosted by Photobucket.com
o Edu tá é a precisar de um grande táu táu.

Nota: sem ofensa às pessoas que costumam andar vestidas em casa (tipo eu).
Outra nota: o boneco amarilo tem um xxxicote!! e o rôxo tá a prestes a ser sodomizado à bruta. eu sou tão burra que me esqueci que o background do blog é preto. dumbass me!

terça-feira, março 22, 2005

Posta especial.

bem o momento pede uma comemoração

34 pessoas já passaram por este blog! *cheers in the back*

é um número record na história dos blogs, digam lá que eu não sou uma doida, hã?! aposto que os outros bloggers já se tão todos a roer "bolas, o coelhinho psicótico é um ganda doido, pá, bolas, 34 pessoas, pá, bolas se ele continua assim vai dominar o mundo pá (claro que esta parte é incontestável.)". pois é minhas queridas 34 pessoas! obrigado por terem posto aqui a penca e espero que eventualmente não deixem cair este blog no esquecimento, coisa que mais tarde ou mais cedo há-de acontecer. entretanto espero que para a semana este número já tenha subido até ás 35 pessoas, porque os records são para ser batidos, né? e com isto, queridas 34 pessoas, me despeço.

nota: 34 pessoas, menos as repetidas e menos os amigos, dá para aí umas 7 ou 8. portanto a estas 7 ou 8 pessoas que caíram aqui de pára-quedas, temos pena mas este blog vai continuar tão insonso como tá, só que com mais postas sem conteúdo.

nota da nota: não quero descreditar os meus queridos (NOT) amigos. tejam á vontade pa voltar, pelo menos sempre têm algo pa gozar comigo quando tamos na FCUL.

If there really is a god... he sucks.

e eu hoje tive de defender a existência dele na aula de evolução. awww fuck! bem no geral, pediam-nos factos e nós inventávamos, o que ao fim e ao cabo até foi giro. não sei pk tou a postar esta nhanha, mas foi o ponto alto do meu dia, o que é um bocado triste. mas também ainda são quatro da tarde.

té logo!!

segunda-feira, março 21, 2005

me be saddd.

não gosto de dias chuvosos. especialmente quando chove.

(mais uma posta inigualavelmente estúpida para culminar um dia encarado com a apatia própria de uma mente vazia como a minha. life is short. and then you fry. i wanna fry.)

i shall poke you to death...

...with my great spork of doom...

esta foi uma pequena preciosidade que eu encontrei não sei bem porquê:

" A spork is a perfect metaphor for human existance. It tries to function as both spoon and fork, and because of this dual nature, it fails miserably at both. You cannot have soup with a spork, it is far too shallow; you cannot eat meat with a spork, the prongs are too small.

What are uses for the spork?

As we know, a spork is completely innapropriate as an eating utensil, so the question arises: ``But then, what can I use a spork for?''

  1. Pull out all but the edge prongs, rip off the handle, and stick it in your mouth. Instant Dracula!
  2. Invert the spork (turn it into a foon) and load stuff into the depression and fire!
  3. Foon your spork and lay it on the table with the arch up, then press on the high arc and release. Flying Foons!
  4. Foon your spork and then spork your foon in rapid sucession, the resulting crack sound is known as a `spack'. This is hours of fun.
  5. Foon your spork and turn the prongs up, you have just created a sporfoontapult, perfect for launchings (see above).
  6. Alternately bend the prongs inward and outward and stand the spork on end. This is a leaning tower of spork. You can then launch foons over it.
  7. Get a bunch of friends together and make a plenty foons. Then start launching them at each other, the objective is to collide foons in mid-air. Note: The more foons in the air the better, try to launch 5-10 at a time for a challenge.
  8. Plant them in your lawn to scare away burglers
  9. Stick them in your backpack to scare away friends
  10. Instead of roses, give your girlfriend sporks in new and interesting ways
  11. Plus much much more...
What other people do with sporks.
  • The band ``Soup'' threw out one thousand of them during shows.
  • Dark Helmet suggests the ``Spork War''. Much like pencil war, you try and crack one spork with the other. One player holds the spork horizontally, and the other holds it vertically, bends back the handle, lets go, and hits the midsection of the other spork as hard as possible. If you dont break the other spork, you switch off roles. I would recommend using thick sporks with this one.
  • Joseph D Mulholland, remembers that way back in the fourth grade he and a bunch of pals played ``lowest spork number'', where you compare the number on the back of the spork and the lowest wins. Sadly, I remember doing this as well.
  • John Bragg likes to paint them gold and put them behind his ear, so he can be a ``Spork Pimp''.
There are a couple people out there who insist that one can eat with a spork.
  • Neil Haefs says one can eat Ramen with the broth drained off and the infamous Nacho Supreme.
  • Gregory S. Sutter holds that they are good for Chinese food.
  • Lydia Mills says they are good for potato salad.
  • Barbera Keller, says her infant daughter eats as well with a spork as with anything else.
  • Barbara Burnett has apparently been resonably sucessful in eating KFC mashed potatoes with gravy.
  • Some guy who calls himself Rust uses sporks to eat all of his taco droppings at Taco Bell.

What's all this I'm hearing about `Foons?'

A foon is the inverse of the spork, and is created through a process known as fooning. The process can only be done on flexible sporks (Taco Bell sporks are right out, they crack as soon as you apply any kind of pressure) and it takes a skilled hand. Beware! You are apt to crack many sporks before you become a true master of the foon.

The process of fooning is as follows:

  1. Place your thumb on the bottom curve of the spork
  2. Gently push in with the thumb until the spork is inverted
  3. If done properly, you may let go and the spork will retain it's foon shape
Once you have your foon a whole new world of enjoyment between you and your spork/foon will open up for you.


Image hosted by Photobucket.com

moral: "Hail thee O almighty spork, thee who have been created amongst the faul creatures of Hell to soon dominate this planet called Earth, along with the demented blogger who is writing this piece of crap in this very moment. hencefore: Hail thee O almighty crazy killer psycho bunny, thee who have been created... ok, esqueçam!"

e pronto esta foi a posta do dia. saudações intergalácticas (ou então não).
sporks rule.

domingo, março 20, 2005

i believe

..." if life has given you lemons... you should make a lemonade...
... and try to find someone whose life has given them vodka, and have a party" - bue collar comedy

religious people PISS ME OFF!!!

bem, pelo título e pelo post de ontem vocês devem achar que eu sou obcecada pelo término de qualquer culto religioso. bem, por acaso penso que o mundo seria um lugar melhor se conseguíssemos achar conforto em nós próprios e não numa divindade não existente. mas isso é outra história e na verdade só penso nisso quando confrontada com pessoas ignorantes que me tentam sem sucesso converter. bem a razão pela qual hoje tou especialmente pissed off com o crx de evolução é que o debate da minha cadeira de EVOLUÇÃO desta semana é:

Evolucionismo vs. criacionismo

ou seja se não fossem os palhaços da igreja eu esta semana não tinha aula.
BURN IN HELL Y'ALL.

.............

Image hosted by Photobucket.com

eu espero sinceramente!... e com isto quero dizer do fundo do meu coraçãozito preto e mirrado e de toda a minha massa visceral!.... ups, perdi-me...

ah! espero sinceramente que aquilo seja um cordão umbilical.

i rest my case.

Image hosted by Photobucket.com

lol, nunca pensei que fosse tão fácil arranjar uma radiografia minha!

Image hosted by Photobucket.com

hahaha!!

quero esclarecer uma cena:

este é o meu wallpaper. não quer dizer que não o mude de vez em quando, mas este é o meu wallpaper favorito. e tou farta que me perguntem "o qué que raio é ké'ssa merda crx??"... ora bem, chama-se arte digital e supostamente são dois fetos a beijarem-se no útero

Image hosted by Photobucket.com

e as pessoas perguntam: "ah e tal não sei quê, não sei k mais..." e eu sinceramente não sei o que responder.

é uma analogia, se fosse igual era uma foto!! e não sei pk é que os fetos tem caudas, nem pk é que um é branco e o outro castanho (deve tar morto ou assim...), e muito menos porque é que o tecido do endométrio parece uma rede da pesca, portanto parem de me chagar o pouco juízo que me resta!...

pás e amor pessoal!! pás, pás, pás!

sábado, março 19, 2005

ai ai Testemunhas de Jeová...

(Se por acaso se sentirem ofendidos por eu ir mandar em seguida uma posta em que a coisa mais bonita que digo sobre as Testemunhas de Jeová é k não gosto delas, simplesmente não leiam! Depois não se queixem...)

Poizé, Testemunhas de Jeová, né?... não gosto deles.



Image hosted by Photobucket.com
... será que se as testemunhas de jeová se evaporassem da face da terra alguém reparava??


Curiosamente hoje apareceram-me duas senhoras dessas a tocar à campaínha. E eu como sou parva e até gosto de gozar com eles (mas educadamente, claro) até alinhei na conversa (pelo intercomunicador, claro, se bem que o meu prédio tem uma câmara e portanto dava para ver a cabeleira da sinhoira, que enquanto ela falava se esvaía ao calor do vento...). Ou seja levei cerca de 10 minutos com o auscultador no ouvido e com a mão à frente da boca para a senhora não se aperceber que eu me estava a desmanchar em gargalhadas psicológicas; é giro que eles nunca se apresentam com um: "Nós somos testemunhas de Jeová"; começam sempre por "Estamos aqui para lhe falar um pouco de *inserir conversa fiada*". Pois é a primeira coisa que eu disse à melhér quando me apercebi foi "Minha sra. tenho muita pena, mas eu não acredito em deus." e foi aí que ela começou a dar a volta: "Mas sabe que existe uma entidade superior, blah blah blah", e eu "Minha sra, eu sou estudante *cof cof* de Biologia acredito na Ciência". E prontes, ela teve de começar do início, "Há muitos cientistas que não encontram a explicação para o começo de tudo -ao que eu respondi que eu também não, mas eventualmente havia de descobrir-, e que acreditam na existência de uma entidade superior -oba, que bom para eles. eles são eles, eu sou eu- e não sei se já alguma vez leu a bíblia -já li a maior parte, não é convincente (it sucks ass)- mas lá existem muitas profecias -coincidências?- em que datas e locais estão certos -aquilo foi escrito por homens e a humanidade tem tendência a cometer erros de forma cíclica- blah blah blah *mente do coelhinho psicótico entra em letargia*..... Bem, duh! eu não sou nenhum sócrates e posso prever que daqui a cerca de 300 anos, mais ou menos 30 a 40% das espécies que existem hoje estarão extintas. Oh sim, chamem-me profeta da desgraça. ah!, e há que lembrar que há dois mil anos atrás toda a gente formulava hipóteses sobre o futuro (os cristãos é k teimam em chamar-lhes profecias.), portanto é natural, que ALGUMAS estivessem certas, boa? oh meu o que eu tenho de aturar. Sim, porque é de referir que ao longo da conversa eu disse mais três vezes a frase "Não acredito em deus." e a senhora não me ligou népias. Bem, ela prometeu voltar, e eu até a incitei a isso, mas da próxima espero que esteja mais gente em casa. Assim podemos gozar à vez.

Bem, no geral as Testemunhas de Jeová têm três características que me fazem pensar:

1. Porque carga de água?..., peço perdão... porque carga de H2O(!) é k os cabroezitos andam sempre aos pares?? Será que têm medo de levar nos cornos?? Atão e a cena de "ah e tal, jesus nosso sinhor é o nosso salvador"??... bem, se realmente é por terem medo de levar nos cornos ou de serem humilhados devo avisar que não resulta, porque eu com cinco anos já lhes dava banhos de mangueira e enfiava batatas pelo cano de escape e esvaziava pneus (devo dizer que fui bem ensinada, o meu pai sempre me disse que eles deviam era ir levar no cú (a sério!) e como o meu pai tem sempre razão... oh well)

2. Onde é que que os tipos arranjam aquele paleio todo? Vá lá qualquer pessoa que tenha o mínimo de educação e seja capaz de permanecer numa linha de argumentação e pensamento lógico por um período mínimo de 36.45 minutos, não vai gastar essa capacidade a tentar convencer as pessoas de que realmente existe deus!........hmmmmm............. se calhar são extraterrestres a tentar organizar um suicídio em massa. Ora aí estaria uma boa razão para se ser pastor! Não seria preciso levar as ovelhas (ou lá como é que eles lhes chamam) ao matadouro. E ficávamos todos felizes.

3. Esta é mesmo intrigante...: porque é que se autoentitulam "Testemunhas de Jeová"??... até parece que viram alguma coisa.


Eu pessoalmente tenho uma teoria sobre eles que se fosse verdadeira até me fazia aderir ao movimento... eu penso (ou então não, mas isso é outra história!), que visto que eles têm tanto jeito para ser umas brutas chagas, eles são não seguidores de "deus nosso senhor salvador e criador do universo" (... b...bb...buahaHAHAHA!!!), mas são, na realidade filhos do demo (a.k.a diabo, belzebu, lucifer... er, não...), ascendidos à Terra para alertar a espécie humana da SÉÉÉCA(!) que é ser religioso praticante. ou seja, provavelmente era boa ideia mudar o nome da empresa de "Testemunhas de Jeová" para "Chagas de Cristo". Até soa bem.
I hate Jehova's Testes.

Espero que não me tenham entendido mal, eu não sou preconceituosa: odeio toda a gente da mesma maneira. Só odeio um bocadinho mais todas as pessoas que apregoam coisas sem fundamentos. E a palavra chave aqui é APREGOAR! Meu!, Já nao vivemos na Idade Média! evoluam, crx!! COMEÇEM A DISTRIBUIR PANFLETOS À PORTA DO METRO!!!!


Image hosted by Photobucket.com

ps: note-se que eu não sou contra os as Testemunhas de Jeová em particular. simplesmente sou ateia: acho que a religião é uma perda de tempo, e que procurar consolo em palavras de gente morta que nem sabia que um trovão é uma descarga eléctrica, não é uma opção saudável para a resolução de problemas pessoais. se estiverem desconsolados e precisarem de ajuda procurem um psicólogo (ou melhor ainda, um amigo!): o preço a pagar NÃO TEM DE SER UMA VIDA DE FANATISMO RELIGIOSO. A religião é uma fonte de trevas (lembrem-se das Dark Ages!), principalmente para aqueles que acreditam nela. Alguma vez alguém conseguiu apagar um incêndio com fogo?

o dia tá tão bonito!...

... vamos todos fazer um TAC!!!

post em branco.

(não propriamente em branco... em preto)


















(bem!, é a descrição perfeita do grau de complexidade dos meus pensamentos neste momento!... digamos que estou a ter um ataque de amnésia e um dejà vu ao mesmo tempo.)

o que sai daquela boca!!

poizé a seguir vem aí uma row de quotes da britney spears (sim, pk eu não podia deixar estas preciosidades cair no esquecimento!!!):

-I did not have implants, I just had a growth spurt.

-I think I'm more grounded, you know, and I know what I want out of life and I'm, you know, my morals are really, you know, strong and I have major beliefs about certain things and I think that has helped me, you know, from being, you know, coming from a really small town.

-I want to be an artist that everyone can relate to, that's young, happy and fun.

-England is one of my favorite places. The fans are just so crazy.

-Every night, I have to read a book, so that my mind will stop thinking about things that I stress about. (quem diria, a miúda afinal deve ter acabado a 4ª classe...)

-I'm not at the point where I'd feel safe in a house alone. I would be really scared. I'm the kind of person that when I get up to go use the bathroom I have this big long hallway, and I just know someone's going to jump out and get me. (... mas se calhar n foi há mt tempo...)

-I always call my cousin because we're so close. We're almost like sisters, and we're also close because our moms are sisters.

-Marry Prince William? I'd love that. Who wouldn't want to be a princess? (erm... most guys, for one!)

-The cool thing about being famous is traveling. I have always wanted to travel across seas, like to Canada and stuff. (como é k eu podia deixar estas relíquias perderem-se nas brumas da net?? nunca!)


sexta-feira, março 18, 2005

Ícones...

Poizé, poizé... as férias da Páscoa não tardam aí (té kinfim, porra!) e eu, como coelhinho psicótico e maldizente que sou!, achei que tinha de dispensar umas linhas ó meu caro colega leporídeo Coelhito da Páscoa, né verdade??!...

Ora bem o que eu quero dizer é o seguinte: 35% da massa fecal humana corresponde a biomassa bacteriana... não... não era bem isto, mas pronto foi o random fact for the day. Voltando ao cabrão do coelho: há tanta gente que se queixa da quantidade de violência e pornografia a que as crianças de hoje em dia estão expostas, que nem se apercebem que os ícones infantis que os próprios adultos criaram para os mais pikenos podem ser tão ou mais prejudiciais para eles que um episódio de Dragon Ball - não que seja muito difícil... - de facto personagens como a Fada dos Dentes, o Pai Natal e o Coelhinho da Páscoa encerram em si (mais propriamente nos seus tão proclamados actos) valores que a nossa própria sociedade na generalidade abomina, sendo eles respectivamente o capitalismo, a pedofilia e... erm... o acto de cagar ovos de chocolate (ainda é um choque para muita gente que tem medo de encarar a realidade... mas a verdade é que temos de aceitar todos os tipos de perversidade que andam por aí... e se o Coelho da Páscoa o faz é porque há mais tarados à solta. Lógica da batata.).

Em relação à Fada dos Dentes tenho a dizer que ela é a gerente de uma corporação cujos rendimentos advêm somente e apenas de exploração de trabalho infantil. As pobres criancinhas que trabalham anos a fio para denvolver dentes suficientemente bons para poderem libertar-se dos seus alvéolos (não, por acaso não, mas achei que ficava bonito...) e ceder à força da gravidade, vêem-se de um momento para o outro privadas do acesso às suas possessões, e o trabalho de anos a fio a desenvolver esmalte, dentina e cimento, fora os capilares e vaso linfático da raíz, mais o nervo associado a cada dente e a gengiva para alojamento, e ainda a porra da dor quando eles nasceram, é escassamente remunerado com umas míseras moedas de chocolate que nem pa encher o buraco que ficou dão. E por esta linha de raciocínio conclui-se que a porca da Fada dos Dentes é uma cabra.

Relativamente ao Pai Natal penso que basta olhar para ele pa perceber o que está errado. Quer dizer eu pessoalmente acho que ele é um velhote taradão que ainda por cima se veste de diva (vá lá vermelho não é propriamente uma cor que eu gostasse de ver no meu avô!!) - sinceramente só lhe faltam mesmo os saltos agulha e as meias de rede pa parecer um puta barata de rua. E é por isso mesmo que ele não os usa. Ele não quer ser uma puta de rua. Ele quer engatar putos. (faixa etária 5-10 anus) A sério... que espécie de personagem fictícia é que trabalha um ano inteiro em brinquedos pa putos sem esperar nada em troca?? e o ké que raio é que ele faz com as renas o ano todo???... hmmm... outra coisa que me faz confusão é ele ter duendes como ajudantes. Pessoalmente acho que à falta de putos durante 364 noites ele é capaz de querer direccionar alguma coisa. Daí os duendes (gente pequenina e tal..., com um saco na cabeça é tudo igual!!). Acho que o Pai Natal devia tar num hospício (e eu se calhar também...). e qual é a cena do HOE HOE HOE??? queres putas paga crx!

Mas pronto, tamos em tempo de Páscoa e eu quero é cortar no Coelhinho da Páscoa. Mais uma criatura estranha inventada pela sociedade... a sociedade assusta-me. Mas quem é, que no seu perfeito juízo, ia escolher um coelho como figura a ser idolatrada pela fracção infantil da população?? vá lá até eu sou um coelho e EU não gostaria de ser idolatrado pela sociedade (then again, também o que é que queriam, que tivesse um lança-chamas na uretra?...). bem... tipo, nãããããooo!!! crazed bitches!! tsk tsk. Olhem para ele. é um coelho! Deita ovos pelo cú. As crianças comem-nos. E ainda por cima, usa peles!! Tamos a ficar divas, não?? (será que o cabrãozito do coelho faz ideia do sofrimento dos animais que morrem para ele poder usar a porra das peles?? mas coméké? temos outra Cher ou quê??) A questão é, querem ver que me sai daqui outro Pai Natal? Ainda por cima a deitar ovos pelo cu. Isto está bonito, está. Onde é que o mundo vai parar desta maneira??...

...hmmmm...................bem, o mundo não sei, mas eu vou à casa de banho.


(10 minutos depois)
E por estas razões e mais outras (das quais alguém se venha a lembrar eventualmente) quero atão deixar aqui um apelo do fundo do meu coraçãozito preto mirrado e cheio de bolor, ao meu querido Coelhito da Páscoa:

-Amôre!!! deixa-te de indecências!!!! Porca.

quinta-feira, março 17, 2005

tá-me a apetecer dizer mal...

mas visto que não quero ferir sentimentos de falso orgulho humano... vou cortar na porca escanzelada e anorética da Barbie.

quer-se dizer, não bastava haver uma tiveram que fazer uma porradona delas! o problema é que se isto é contagioso, qualquer dia temos por aí réplicas da Britney Spears às cataplanas! bolas é o inferno na terra, loiras burras ó poder e essas tretas todas, nah!!! morte à Barbie!

outra coisa que me faz confusão é o facto de a gaja (a barbie obviamente) ter tipo... 45 anos, mas continuar sem rugas... será que usa botox como o Cunt... *hem hem* Count White Castle?? bem, provavelmente deve ser arraçada de Lili Caneças, porque 45 anos em anos de tia deve dar para aí uns 13.... sim porque a outra tá uma velha caquética... do pescoço pa baixo!

outra questão um bocado parva é o facto de a barbie ser anatomicamente incorrecta.... o que assim de repente explica porque é que até agora, os bebés que por vezes a acompanham são sempre irmãos e nunca filhos... e também pode estar na origem do divórcio como ken (é o k dá quando se juntam dois bonecos anatomicamente incorrectos... além disso houve uma altura em que a barbie era careca. agora já fez implantes)... (por outro lado aos 13 anos é possível que a pobrezita inda n tenha atingido a puberdade... lá tá!)

e pronto aqui fica o meu apelo á barbie: melhér!!!! tás ultrapassada pórca! já morrias!!
(qué como quem diz china cabra!)

beijitos abraços e muntos palhaços!

(não sei o porquê da despedida, eu tenho medo de palhaços!!! :o( snifff)

sábado, março 12, 2005

Flores...

as flores são v-vv-vvvvvonitas.

e tal como todas as coisas vvvonitas dão-me vontade de vvvvvomitar.

Heeeeeeeeeeeeeeeee!!!

yet another pointless post

(antes de começar a disparatar, queria deixar aqui um site k toda a gente devia visitar, especialmente as pessoas fúteis e sem consciência, que acham que usar peles verdadeiras é féchon: www.jlodown.com)

onde é que eu ia??... ah sim, disparate!... hmmm...deixei-o por aqui algures...

gosto de cogumelos...

...fazem-me lembrar as aulas práticas de micro.

Fim.

aaaahhhh... incubus, incubus...

pois é, a minha banda de eleição vem a Lisboa-City-Capital em Maio (dia 27! Super Bock Super Rock rula!!). e portanto quero deixar-lhes aqui o meu tributo, até porque esta letra, apesar de eu já conhecer a música há testículos e testículos de tempo, ultimamente bate-me um bocadinho com mais força, porque não consigo deixar de pensar que a minha vida é um desperdício (eu sabia que não devia ter bebido aquele leite com chocolate, tira-me do sério!!). bem!, aqui vai nada!

warning

bat your eyes girl, be otherworldly... count your blessings, seduce a stranger. what's so wrong with being happy?? kudos to those who see through sickness. over and over again.

when she woke in the morning she knew that her life had passed her by. and she called out a warning: "don't ever let life pass you by.".

i suggest we learn to love ourselves before it's made illegal. when will we learn? when will we change? just in time to see it all fall down. those left standing will make millions writing books on the way it should've been.

floating in this cosmic jacuzzi we are like frogs oblivious to the water starting to boil. no one flinches we all float face down.

(aí tá uma cena k eu curto no brandon boyd: pode tar numa banda rock desde os 15 anos, mas tem sempre algo de inteligente a dizer...)

 
Image hosted by Photobucket.com
why do we dream when our thoughts mean nothing?

só mais um k já n venho aqui há muito tempo...

bem, eu a esta hora da noite já não acho mais nenhum assunto sobre o qual valha a pena divagar (dei umas feriazias ao meu casal de neurónios... não que eles tivessem a precisar, a minha vida é uma pasmaceira!)...

humm.. acho que vou dissertar um pouco sobre a família...:

A Família

A família corresponde ao grupo de pessoas para o qual te viras quando não tens guito (as respostas à frase "pai, preciso de dinheiro!", mesmo as afirmativas, são geralmente acompanhadas de caretas de meter medo ao susto e rosnadelas entredentes). Normalmente a família é a única coisa na vida que não é alterável, apesar de a maior parte das vezes ser a coisa que mais queremos mudar; corresponde a um grupo parvo de animais da espécie Homo sapiens que partilha relações consanguíneas directas e indirectas (normalmente até ao 3º grau), e tende a ser especialmente invasiva e irritante durante os feriados como o Natal e a Páscoa. A palavra familiar pode ser usada para descrever situações de algum modo conhecidas, porque ninguém se livra de conhecer e aturar toda a sua família (que, ainda por cima tem tendência a aumentar ao longo do tempo...), mas também pode ser utilizada para descrever algo muito grande (de tamanho familiar), ou ainda ser um adjectivo usado na caracterização de entretenimento cinematográfico e/ou jogos chatos destinados a crianças e/ou idiotas (ex. Finding Nemo é um filme familiar).

(hmmm acabei de me lembrar que o meu pai faz hoje anos.)

mmmm.... acho k tá tudo. so long suckers!!

bem, hj tou numa row de postas!...

não que tenha algo de interessante para dizer (de facto, acho que o vácuo decidiu fazer da minha cabeça o seu lar... segundo as leis da física clássica, o meu crânio já teria colapsado há muito - mas a física clássica, felizmente!, tá ultrapassada... ké keu tou páqui a dizer??)... bem... acho que vou fazer um poema...:

*cof cof*

bolinha de cotão.
oh bolinha de cotão!
tinhas logo de te formar debaixo do meu colchão??

Fim

posta séria! (ou atão não)

bem, acho que era assim bonito e tal falar um bocado de política, agora que temos um primeiro ministro novo... pois então, aqui vai disto!:

*clears throat*

Blah blah blah blah blah blah blah blah blah. Blah blah blah blah blah, blah blah, blah blah blah blah; blah blah blah, blah blah blah blah blah... Blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah blah blah... blah blah blah. Blah blah blah blah blah. Blah blah blah, blah blah blah, blah blah blah blah blah blah blah!! Blah blah blah blah blah blah! Blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah blah blah blaaaah *cof cof*. Blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah: "Blah blah blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah." Blah blah blah blah blah blah! Blah blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah. blah blah blah blah blah blah!! Blah blah blah blah blah blah, blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah blah... blah blah blah blah blah, blah blah blah blah, blah blah. Blah blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah blah blahhh, blah blah blah blah blah blah blah blah blah... blah, blah blah blah blah. Blah blah blah blah, blah blah, blah blah, blah blah blah, blah blah blah, blah... blah blah blah blah; blah blah blah blah blah blah blah... Blah blah blah blah blah blah blah blah blah. Blah blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah, blah blah blah blah blah blah blah blah! Blah blah blah blah: blah blah blah. Blah blah blah blah, blah blah blah blaAah!!

BLAHBLAHBLAH!, BLAH BLAH BLAH BLAH!!!!!!

aaaaaaaaaaaaaaaand!... i rest my case.


(obrigado, obrigado, não, a sério, parem, tão-me a deixar envergonhada!... mas agora a sério foi bonito, não foi?? perceberam aquele trocadilho do "Blah blah blah blah: blah blah blah."?? n sei se repararam mas até rimou e tudo!! heeeeeeeeeeeeeee... eu sei, já morria. - como se alguém para além de mim lesse este blog parvo...)

sábado, fevereiro 19, 2005

by Ani Difranco

"the world owes us nothing, we owe each other the world."

sexta-feira, fevereiro 04, 2005

olá criancinhas deformadas!!!

bem, isto são quase 5 da matina e eu tenho exame de fisiologia animal amanhã (leia-se "hoje"!)... poizé... e em vez de tar cos cornos enterrados na fronha (ou ca penca enfiada no livro), tou páqui a mandar postas num blog morto... escusado será dizer k vou chumbar... pois... WHATEVER!!

oh well, por onde começar??
assim derepentemente não me vem nada á cabeça (á excepção do escanzelado do brandon boyd...mas tenho direito, são 5 da manhã, porra!!)

erm...
.................................
não, brandon boyd outra vez...


.......................hhhhhhhhhmmmmmmmmmmmm...........................
..............................................
.......................................................
uuuuh, agora apareceu-me o evan farmer!! vá lá,... toda a gente sabe kem é o evan!!! ("while you were out" no ppl&arts!) - olhinho azul, cabelo preto, pele branca, abdominais definidos, sinal na barriga...

o k nem toda a gente sabe é k ele é um cantor pop!!! o k, só por si, chega e sobra para alterar a frase "ninguém é perfeito" para: "ninguém é perfeito mas porra, tinha mesmo de ser POP??? bolas...!".

o k tb pouca gente sabe... é k ele (apesar de não ser gay *o k eu duvido muito* - pelo menos não assumido) tá no top 10 do gaywired!!!!! *cheers in the back* erm... n me perguntem como é k eu sei, n interessa muito!

ok, chega por hj...

saudações intergaláticas!
(on more info on how to come out pliz contact ME!)

quarta-feira, janeiro 12, 2005

"I hope you like it.... I can't return it."


Eu TINHA de pôr isto aqui!!!

quinta-feira, dezembro 16, 2004

OLhiTo dO cÚÚúÙ!!

Image hosted by Photobucket.com
isto é o ânus de um pepino do mar.

Image hosted by Photobucket.com
isto é o ânus aberto de um pepino do mar.

OLHITO DO CÚ é o blog no qual eu, um coelhinho fofo e psicótico, vou analisar até ao âmago, qé como quem diz até ao olhito do cú (lá tá), as questões que percorrem os recantos esconsos, escuros, húmidos e cheios de fungos e de morcegos... da minha mente.
e não só, tá claro!

bem, agradeçam-me por tarem a ter a honra de poderem ler esta porcaria!

saudações intergalácticas!